11 novembro 2017

# Arte # Educação Infantil

ARTE - LEITURA DE OBRA: NAVIO NEGREIRO

O Navio Negreiro (William Turner, 1840)
90 cm de altura por 122 cm de largura. Tinta a óleo sobre tela.
Museu de Belas Artes, Boston.

William Turner (1775-1851) não foi apenas um grande

paisagista do século XIX, mas um crítico em relação à escravidão. Seu posicionamento mexeu com os ânimos de muitos. Foi acusado de insanidade e rejeitado por muitos críticos na época.
Todo esse alvoroço foi causado pela obra "O Navio Negreiro ", de 1840, que denunciou uma chacina ocorrida no ano de 1783 no navio Zong, 60 anos antes dessa pintura ser realizada.


No percurso entre África e Jamaica alguns escravos foram acometidos de uma doença que espalhou-se nos porões do navio. Para não perder dinheiro, já que o seguro dos escravagistas não cobria perdas de morte por doenças, somente perdas de homens ao mar, o capitão tomou a decisão de jogar no vasto oceano todos os escravos adoentados. 

Tomados pelo desespero e lutando por suas vidas, 132 homens, mulheres e crianças, lançados à deriva, tentaram em vão manter-se vivos. Porém, o mar do Caribe era repleto por tubarões que dilaceraram os corpos. Os poucos que conseguiram escapar deste primeiro cenário, acabaram morrendo afogados. Anos depois, essa história foi descoberta na Inglaterra e causou grande comoção entre as pessoas, provocando discussões que culminaram na libertação dos escravos.

ANALISANDO ELEMENTOS DA OBRA

Nota-se que a técnica utilizada por esse artista revela pinceladas expressivas. Todo o terror, a violência são manifestados em cores que fundem-se umas nas outras, trazendo à tona os momentos obscuros evidenciados na pintura. As cores quentes são predominantes.

A composição apresenta vários elementos que contribuem para a construção de uma a cena trágica. Partes de corpos dos escravos flutuando nas águas, o navio sendo quase virado, o sofrimento, a luta pela vida.

Mesmo após tantos anos, essa pintura dimensiona os horrores vividos pela escravidão, sendo considerada uma das maiores obras inglesas do século XIX.

MATERIAL DE APOIO PARA O PROFESSOR
SUGESTÃO DE VÍDEO. 

Turner, Slave Ship 
Vídeo documental dirigido por Beth Harris e Steven Zucker.
Narradores: Beth Harris e Lori Landay.
Duração: 4 minutos e um segundo.



REFERÊNCIAS

SMARTHISTORY: Art, History, Conversation Turner, Slave Ship. Vídeo. Youtube. 17 de dezembro de 2012. Acesso em 3 de novembro de 2017.

WIKIPEDIA. A enciclopédia livre que todos podem editar.

GAGLIARDI, Caio. Pleno Mar – A Bordo dos Navios de Castro Alves, Samuel Taylor Coleridge, J. M. William Turner e Gustave Doré. Caderno Eletrônico. Campinas: Crítica & Companhia, 09 de dezembro de 2005. Acesso em 31 de outubro de 2017.



LEIA TAMBÉM!

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS POPULARES

Google+

Seguidores