«UM BOM EDUCADOR ABRAÇA QUANDO TODOS REJEITAM; ANIMA QUANDO TODOS CONDENAM; APLAUDE OS QUE NUNCA SUBIRAM AO PÓDIO; VIBRA COM A CORAGEM DE DISPUTAR DOS QUE FICARAM NOS ÚLTIMOS LUGARES. NÃO PROCURA O SEU PRÓPRIO BRILHO, MAS FAZ-SE PEQUENO PARA TORNAR OS SEUS FILHOS, ALUNOS E COLEGAS DE TRABALHO, GRANDES». (AUGUSTO CURY)

12 março 2012

>> Dia do livro: Monteiro Lobato

Identificação
Tema: Dia do Livro
Público alvo: maternal
Duração: 12/04/2004 à 19/04/2004
Pedagoga: Andréa Flavia de Brito

Justificativa
Monteiro Lobato foi um dos célebres escritores brasileiros. Nasceu em 21 de abril de 1882, Taubaté, São Paulo. Escreveu crônicas, poesias, contos e muitos livros. Sua primeira obra infantil foi “Narizinho Arrebitado” que o tornou famoso como escritor no gênero de histórias infantis. O “Dia do Livro” foi intitulado no dia 18 de abril homenageando este grande escritor, por a sua contribuição cultural na literatura brasileira. Diante desta perspectiva apresento a meus alunos as obras deste autor como forma de aumentar o contato das crianças com diversidades de leitura e escrita , incentivando o gosto pelo livro o hábito pela leitura, proporcionando aos mesmos uma viagem pela imaginação, viajando pelo mundo da fantasia .

Objetivo Geral
• Conhecer as obras literárias de Monteiro Lobato.

Objetivo Específico
• Conhecer a história do autor, os principais personagens que o tornaram famoso dentro da literatura infantil.
• Manusear e folhear materiais diversificados;
• Trabalhar conteúdos específicos de forma interdisciplinar;
• Desenvolver o gosto pela leitura, valorizando – a como fonte de informação;
• Vivenciar através da história contada, emoções, estabelecendo identificações exercitando a fantasia e a imaginação, conhecendo outros lugares e tempos, etc...
• Começar a compreender o funcionamento comunicativo da escrita, que se escreve para ser lido, reconhecendo a sua necessidade em diferentes situações;
• Participar de situações de intercambio oral, falando em turnos e escutando a fala de outras pessoas.
• Promover o “Letramento” como princípio norteador dentro do trabalho.
• Reconhecer progressivamente segmentos e elementos do seu próprio corpo;
• Produzir textos escritos, ainda que não de forma convencional, utilizando a escrita com as concepções que possui no momento;
• Familiarizar-se com as letras através da utilização de alfabeto – móvel;
• Exercitar a escrita;
• Relacionar os personagens à instituição familiar.
• Trabalhar conceitos: zona rural /zona urbana

Introdução
Exposição oral da educadora sobre a história do autor Monteiro Lobato.
Estratégias:
• Hora da história: leitura da adaptação da obra de Monteiro Lobato “Narizinho”.
• Desenho sobre a história;
• Reconhecer através de roda de conversa quais os personagens da história e quantos são. Registrar a resposta em folha;
• Pintar os personagens da história;
• Procurar em frases do texto apresentado, as palavras: Narizinho e Emília.
• Registrar onde acontece a história.
• Assinalar a figura que representa a Narizinho e a Emília;
• Pintar a cena que corresponda ao que a personagem Narizinho faz todas as tardes.
• Pintar a cena que representa como Dona Benta se sente no Sítio do Pica pau Amarelo.
• Pesquisa. Onde as crianças vivem? Moram na cidade? No campo??Como é a casa onde elas moram? Quem mora nesta casa.Apresentação desta pesquisa para o coletivo.
• Confecção de gráfico de barras demonstrando dos dados colhidos Na pesquisa sobre os componentes familiares.
• Fazer árvore genealógica dos personagens (trabalho coletivo).Fazer árvore genealógica de cada criança (trabalho individual).
• Montar um livrinho sobre um dos personagens da história (as crianças escolherão).

Culminância
As crianças levarão seus livrinhos para casa.

Avaliação
Será feita durante todo o processo.

0 comentários: