12 outubro 2019

EXEMPLO DE PROJETO DE ACORDO COM A BNCC.

outubro 12, 2019 0 Comments

Child, Tower, Building Blocks, Blocks, Wooden Blocks

PROJETO: "PEQUENOS ENGENHEIROS"

Direitos presentes na proposta: 

Participar, Explorar, Conviver, Conhecer-se, Brincar e Expressar.

JUSTIFICATIVA

“Para ser professora na educação infantil, é preciso sonhar e acreditar no potencial das crianças e da educação que se faz no cotidiano das escolas. É preciso olhar através dos olhos dessas crianças para conhecer o universo infantil, sonhando junto com elas, imaginando e pegando carona em suas fantasias e imaginações para criar um planejamento rico e significativo.”  (Livro:Registro na Educação Infantil: pesquisa e prática pedagógica. Papirus, 2018).


Os sonhos são o ponto de partida para a inovação, a conquista e o desenvolvimento de projetos pessoais ou profissionais... São eles que abrem espaço para reflexões e ações planejadas para tão sonhada realização... Mas, muitos sonham, poucos executam porque sabem que o processo demanda coragem para errar, ter crises, encontrar soluções para os problemas. Essas etapas fazem parte da realidade da vida e precisa estar presente também ambiente escolar.
O projeto: Pequenos Engenheiros foi conduzido pelos sonhos, acreditando no potencial de cada uma das crianças envolvidas, buscando estabelecer vínculos entre o universo infantil, as fantasias e a realidade. Oferecendo ingredientes como a superação, colaboração, cooperação, desafios e o conhecimento compartilhado. Além disso, acredita-se que as crianças tem potencial para transformar, construir e consolidar seus transformando o mundo real.
A escolha desse projeto se deu a partir da escuta ativa realizada diariamente, que possibilitou a interpretação inicial do desejo das crianças por construções.  O trabalho estruturou-se a partir de rodas de conversa que permitiram as crianças expressar suas ideias e a expor o sonho de construir um castelo na escola.
O planejamento delineou-se a partir das premissas da Educação Empreendedora pois:

A Pedagogia Empreendedora é um dos instrumentos de que a comunidade pode dispor para aprender a formular o “sonho coletivo”, estabelecer uma proposta de futuro feita pela própria comunidade. Empreender é essencialmente um processo de aprendizagem proativa, em que o indivíduo constrói e reconstrói ciclicamente a sua representação do mundo, modificando-se a si mesmo e ao seu sonho de autorrealização em processo permanente de autoavaliação e autocriação.” (DOLABELA, 2003 p. 32)

A Educação empreendedora traz à tona o desafio de formar as crianças para que possam enfrentar a realidade a sua volta tendo um olhar atento sobre si mesmo, conhecendo suas potencialidades e fragilidades, habilidades e competências para cooperar/ colaborar com o meio social em que vive na melhoria da qualidade de vida de todos que o cercam.
 O planejamento do desenvolvimento e  propostas inclusas no projeto  foi realizada de forma coletiva tendo como norteadores a garantia os seis direitos da  BNCC Participar , Explorar, Conviver, Conhecer-se, Brincar e  Expressar ( BNCC) , os dos princípios da Unesco explicitados  como pilares para educação para o desenvolvimento integral do ser humano : aprender a conhecer ( cognitiva), aprender a fazer (produtiva), aprender a conviver (relacional) e aprender a ser (pessoal) e os documentos oficiais que orientam a Educação Infantil.

SONHO COLETIVO (COMPARTILHADO)




O sonho em comum compartilhado -  construção de um Castelo para que possam brincar na escola.


BREVE DESCRIÇÃO E DESENVOLVIMENTO


O QUE FAZER ANTES?


CONTEXTO PRÉVIO

Sondagem Diagnóstica

Esta atividade prevê uma roda de conversa para fazer o levantamento dos sonhos das crianças.


MATERIAIS

Materiais para que as crianças manuseiem e explorem no cotidiano escolar como: 

papel sulfite, kraft, papel camurça, cola, lápis grafite, lápis de cor, canetinhas, giz de cera.
Atividades autônomas: Jogos de encaixe, bloquinhos de construção.
Atividades com materiais não estruturados – Tampinhas, caixas diversas, TNT, cones, caixinhas de leite, garrafas pet (materiais reciclados).

ESPAÇOS

Sleeping, Child, Napping, Girl, Teddy, Teddy Bear, KidEssa atividade pode ser feita dentro da sala de aula onde os alunos serão organizados em roda. A conversa será direcionada ao grande grupo e as sugestões serão realizadas por todos os participantes desse momento. O exercício termina quando todos os alunos revelam seus sonhos.





PERGUNTAS PARA GUIAR
O que podemos construir para melhorar nossos espaços na escola?
Existe algo que vocês queiram construir com os colegas aqui na escola?
Tempo previsto: 50 minutos

Escuta ativa

Durante as aulas verificou-se  que as crianças gostavam de construir coisas diferentes com materiais não estruturados. Eles sugeriram: caixinhas de leite, lata, papelão entre outros materiais.

Diagnóstico a partir desta atividade inicial.
” As crianças falaram sobre seus sonhos individuais, mas entraram em consenso em relação ao sonho coletivo da sala, esboçando o desejo de construir um castelo para brincarem na escola.”

Desejos expressos nas rodas de conversa durante a estruturação do projeto:

“Construir lousas mágicas um para cada aluno e em forma de tapete para desenhar junto com o amigo, aprender a fazer dobraduras com avião de papel, barco, foguetes, pistas de carrinho, construir carrinhos, um castelo para brincar no coletivo, fantasias para brincar no castelo.”



Objetivos de aprendizagem de desenvolvimento
Eu, o outro  e  nós


EI03EO01) Demonstrar empatia pelos outros, percebendo que as pessoas têm diferentes sentimentos, necessidades e maneiras de pensar e agir.
EI03EO02) Agir de maneira independente, com confiança em suas capacidades, reconhecendo suas conquistas e limitações.
(EI03EO03) Ampliar as relações interpessoais, desenvolvendo atitudes de participação e cooperação.
(EI03EO04) Comunicar suas ideias e sentimentos a pessoas e grupos diversos.
(EI03EO07) Usar estratégias pautadas no respeito mútuo para lidar com conflitos nas interações com crianças e adultos.
Corpo Gestos Movimentos

(EI03CG05) Coordenar suas habilidades manuais no atendimento adequado a seus interesses e necessidades em situações diversas
Escuta, fala pensamento e, imaginação
(EI03EF01) Expressar ideias, desejos e sentimentos sobre suas vivências, por meio da linguagem oral e escrita (escrita espontânea), de fotos, desenhos e outras formas de expressão.
(EI03EF09) Levantar hipóteses em relação à linguagem escrita, realizando registros de palavras e textos, por meio de escrita espontânea.
Traços , sons , cores e formas
(EI03TS02) Expressar-se livremente por meio de desenho, pintura, colagem, dobradura e escultura, criando produções bidimensionais e tridimensionais.
Espaços , tempos , quantidades, relações e transformações
(EI03ET04) Registrar observações, manipulações e medidas, usando múltiplas linguagens (desenho, registro por números ou escrita espontânea), em diferentes suportes.
(EI03ET05) Classificar objetos e figuras de acordo com suas semelhanças e diferenças.
(EI03ET07) Relacionar números às suas respectivas quantidades e identificar o antes, o depois e o entre em uma sequência.



Conteúdos
Eu, o outro  e nós


           Autoconhecimento.
           Ampliação de seus relacionamentos interpessoais.
           Conhecimento e análise de sonhos individuais e coletivos.
           Participação em situação de pesquisa.
           Respeito a diversidade e opiniões.

Corpo Gestos Movimentos
           Controle e adequação do uso do corpo.
          Coordenação de habilidades manuais para o atendimento de interesses pessoais e coletivos.

Escuta, fala pensamento e, imaginação
           Narrativa dos sonhos
           Análise e viabilização do processo
           Registro de palavras através da escrita espontânea

Traços, sons , cores e formas
           Exploração de materiais diversos
           Desenhos em diferentes suportes
           Planejamento do processo


Espaços , tempos , quantidades, relações e transformações
         Contagem
           Calendário
          Cronograma
           Classificação de objetos e figuras
           Sistemas de medidas.
           Números e Quantidades.


O que fazer durante?



Eu, o outro  e nós


         Roda de Conversa para levantamento dos sonhos.
          Repórter do Sonho - Descobrindo o sonho de uma pessoa da escola (Entrevista)/ Votação com as crianças.
          Música: Prá sonhar é preciso voar abertura do desenho do Peter Pan.
Corpo Gestos Movimentos
          Baile de fantasias
Escuta, fala pensamento e, imaginação
       Pesquisa sobre o sonho dos pais
       Socialização da pesquisa
       Planejamento para a concretização do sonho (mapa do sonho).
    Utilização da linguagem escrita para expressar etapas do projeto (listas, bilhetes...).


Traços , sons , cores e formas
          Desenho dos sonhos.
          Árvore dos sonhos
         Representação do Sonho Coletivo.
       Planejamento para a concretização do sonho coletivo (mapa do sonho).
Espaços , tempos , quantidades, relações e transformações

Mapa do Sonho - Planejamento para a concretização do sonho.
Maquete do sonho.
Representação do sonho usando jogos
Tabelas das quantidades e cálculo de recursos materiais utilizados para realizar o sonho. 
Organização de cronograma e registro de calendário para realização do sonho.

Lembre-se - Cada proposta precisa refletir sobre suas ações didáticas nos momentos explicitados acima, por isso é importante que você detalhe como será sua proposta à partir dessas sugestões.


PARA FINALIZAR
Selecione junto com os alunos o melhor lugar para dispor os materiais construídos para que outras crianças da escola possam vivenciar essas experiências.
Propor a criação de um vídeo com o passo a passo das construções realizadas.
Propor a criação de um álbum de fotos com os materiais elaborados.





DESDOBRAMENTOS
Durante todo o processo a participação das crianças no projeto será observada e elas serão incentivadas a compartilhar dos seus materiais com outras salas de aula.
No Diversificado haverá um espaço com materiais não estruturados para construções de livre escolha visando instigar a criatividade das crianças.
Engajamento e adequações das atividades para o envolvimento efetivo das crianças portadoras de deficiência inclusas em sala de aula.


ENGAJAMENTO DAS FAMÍLIAS
Participação na coleta dos materiais.


Descrição da apresentação e recursos necessários.

Descrição :Apresentação em Power Point com descrições e imagens do desenvolvimento do projeto.

Recursos: Computador, caixas de som, projetor, microfone.

REFERÊNCIAS

BRASIL. Ministério da Educação. Governo Federal. Base Nacional Curricular

Comum: BNCC. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/> Acesso em: 25 de mar.2019

DOLABELA. Fernando. Pedagogia Empreendedora. São Paulo: Editora de Cultura, 2003.


PIXABAY.  Impressionantes imagens gratuitas e fotografias royalty-free .


25 agosto 2019

USANDO DIGITAÇÃO POR VOZ NA SALA DE AULA ( INCLUSÃO).

agosto 25, 2019 0 Comments





Hoje sabemos que as avaliações  e atividades precisam ser adaptadas para os nossos estudantes. Existem aqueles que têm dificuldade em escrever ( por ainda não terem domínio da escrita), alguns sofrem por doenças que os limitam. Mas, o fato é que nós educadores precisamos encontrar alternativas para que nossos alunos possam realizar  e desenvolver suas atividades.
Existe um recurso da Google que pode auxiliar e muito em sala de aula. Chama-se digitação por voz.
Sim, se você não tem tempo em sala , ou não dispõe de uma estagiária , pode  usar o digitador de voz para que o aluno consiga falar sua resposta. No final é só arquivar a avaliação no   próprio Drive,
Preparei um vídeo explicativo de como esse recurso pode ser explorado.




19 junho 2019

FORMAS CRIATIVAS DE FAZER CHAMADA DO DIA

junho 19, 2019 0 Comments
Crianças, Escola, Emoções, Globo

Todos os dias,  professores tem como atividade permanente realizar a chamada do dia. Na Educação Infantil e Ensino Fundamental ( anos iniciais / durante o processo de alfabetização) , essa prática auxilia os alunos a reconhecer seu próprio nome e também dos colegas.  Oferece oportunidades para que estes possam refletir sobre a escrita fazendo relação entre fonema e grafia.
Normalmente o professor prepara fichas com os nomes e estas ficam expostas em sala de aula. A entrega desses materiais diariamente acontece através de rodas ou dinâmicas criativas.
Para dinamizar um pouco esse momento e torná- lo cada vez mais prazeroso, você pode usar de dinâmicas criativas ganhando a atenção dos pequenos.

Dinâmica - " Aprendendo as letras do coleguinha"

Prepare cartões com nomes de todos os alunos. Em um saquinho, coloque as letrinhas iniciais dos nomes das crianças das sala. Organize a turma em roda , coloque os cartões com os nomes no meio da roda e cante a seguinte musiquinha:

Passa as letrinhas
Bem devagarinho
Para aprender 
A letra do amiguinho

Preste atenção
Na nossa canção 
Para aprender
As letras do ABC

Durante a música o saquinho vai passando e quanto ela terminar a criança que estiver de posse do saquinho deve pegar uma letrinha. Os amiguinhos que tem a inicial do nome com essas letrinha indicada devem pegar procurar os seus nomes e colocá-lo em um cartaz.
Para desafiá-los ainda mais , você pode usar as letrinhas finais dos nomes.

2 -  Dança das cadeiras com nomes

Realize a dança das cadeiras normalmente. A criança que sair precisa identificar seu nome em cartões organizados em uma mesa.

3- Parlendas que trabalham nome o nome.

A canoa virou
Pois deixaram ela virar 
Foi por causa de _____________
Que não soube remar

Se eu fosse um peixinho
E soubesse nadar 
Eu tirava a (o) _______________
Do fundo do mar

Siri pra cá,
Siri pra lá
Maria é bela 
E quer casar.



A Canoa virou + 30 minutos de musica infantil com Os Amiguinhos






4 - Jogo da Memória 

Organize os alunos em roda. No meio dela prepare os cartões virados para cima. Peça que todos prestem muita atenção.Vire os cartões para baixo e chame uma criança por vez para procurar o seu próprio nome. Se ela encontrar fica com seu nome. Se não passa a vez para outro coleguinha.

5 - Música :"Peneirei Fubá"


Prepare a roda e converse com as crianças sobre essa brincadeira. As crianças citadas na música pegam a plaquinha do crachá e levam para a chamada.

6 - Música - "Peneirei Fubá"

Peneirei a fubá
O fubá subiu
Tornei peneira
O fubá caiu

___________você não tem 
Alguém nessa sala que te queira bem

( A criança citada canta assim).
Eu tenho , eu tenho sim
Eu tenho ________________que gosta de mim.




Fonte:

Pixabay

POSTAGENS MAIS POPULARES

Seguidores

Visite meu Twitter

Siga me no Twitter