Educar é viajar no mundo do outro sem nunca penetrar nele. É usar o que pensamos para nos transformar no que somos. O maior educador não é o que controla, mas o que liberta. Não é o que aponta os erros, mas o que os previne. Não é o que corrige comportamentos, mas o que ensina a refletir. Não é o que observa apenas o que é tangível aos olhos, mas o que vê o invisível. Não é o que desiste facilmente, mas o que estimula sempre a começar de novo.

Um bom educador abraça quando todos rejeitam; anima quando todos condenam; aplaude os que nunca subiram ao pódio; vibra com a coragem de disputar dos que ficaram nos últimos lugares. Não procura o seu próprio brilho, mas faz-se pequeno para tornar os seus filhos, alunos e colegas de trabalho grandes.

A.Cury

12 março 2012

Índio

Identificação:
Tema: Índio
Duração: 12/04/2004 à 19/04/2004
Público Alvo: maternal
Professora responsável: Andréa Flavia de Brito

Justificativa:
Em 1500 os portugueses desembarcaram no Brasil e encontraram nestas terras entre 5 e 8,5 milhões de indígenas. Em 1549, os jesuítas sob a liderança de Manoel da Nóbrega chegaram com a missão de catequizar e introduzir os costumes europeus a este povo que pouco conheciam.Vainfas retrata este período como o mais extraordinário processo de aculturação posto em prática no ocidente e pelo ocidente no Novo Mundo. Deste contexto histórico percebe-se que a introdução dos costumes europeus e a invasão dos homens brancos a estas terras quase que disseminaram esta civilização. As lutas pela terra e pelas riquezas do novo mundo e pela posse das almas daqueles que aqui viviam causou um grande desastre ao povo indígena. Hoje poucos deles mantêm seus costumes, tem terras para morar e alguns passam fome. Organizações como a FUNAI tem se organizado em prol da não extinção e da proteção dos índios, mas nem estes têm evitado que suas terras diminuíssem cada vez mais. Procuro levar ao maternal esta idéia de modo que eles possam refletir sobre a mesma, conhecendo uma cultura diferente de maneira não preconceituosa , fazendo relação com a importância do índio na história de nosso país , da importância e conservação.

Objetivo Geral:
• Explorar a cultura Indígena de forma transdisciplinar.

Objetivo específico:
• Manusear e folhear materiais diversificados;
• Trabalhar conteúdos específicos de forma prazerosa.
• Desenvolver o gosto pela leitura, valorizando – a como fonte de informação;
• Vivenciar através da história contada, emoções, estabelecendo identificações exercitando a fantasia e a imaginação, conhecendo outros lugares e tempos, etc...
• Começar a compreender o funcionamento comunicativo da escrita, que se escreve para ser lido, reconhecendo a sua necessidade em diferentes situações;
• Participar de situações de intercambio oral, falando em turnos e escutando a fala de outras pessoas
• Promover o “Letramento” como princípio norteador dentro do trabalho.
• Reconhecer progressivamente segmentos e elementos do seu próprio corpo;
• Produzir textos escritos, ainda que não de forma convencional, utilizando a escrita com as concepções que possui no momento;
• Familiarizar-se com as letras através da utilização de alfabeto – móvel;
• Exercitar a escrita;
• Estabelecer aproximações e algumas noções de matemática, presentes no cotidiano.
• Trabalhar conceitos como: Dentro/Fora; maior/menor; cores; formas geométricas; masculino/feminino;
• Conhecer a história dos índios.
• Conhecer os hábitos e costumes indígenas
• Conhecer a influencia indígena na nossa vida
• Aprender a respeitar os índios

Introdução:

Exposição oral sobre a cultura indígena.

Estratégias:

• Discutiremos em roda de conversa a cultura indígena. Depois através do jogo simbólico serão criadas situações para que as crianças imitem o índio na floresta.
• Pintura com giz de cera de um índio e uma índia. As crianças irão circular a índia e fazer um x no índio (identificando masculino e feminino)
• A educadora irá discutir sobre a moradia do índio. As crianças irão pintar uma oca com cola colorida marrom, pintarão dois indiozinhos e uma indiazinha. Contarão quantos indiozinhos elas pintaram. A educadora irá recortar os índios.Eles escolherão um dos índios que será colado dentro da oca os outros dois ficarão fora da oca cada um de um lado.(lateralidade) Depois tentarão escrever com ajuda da educadora à palavra oca.
• As crianças tentarão identificar algumas letras a partir das palavras índio e oca. Depois tentarão escrever com ajuda da educadora à palavra oca.
• Cantaremos a música “Os indiozinhos”
• Confecção de tanga com tecido e cola colorida
• Cantaremos a música “dia do Índio” e depois em folha as crianças irão tentar escrever as palavras índio, lua e sol, com ajuda do alfabeto móvel. Depois farão um desenho sobre a música.
• Procuraremos a palavra índio dentro da música e pintaremos a palavra de vermelho
• Depois as crianças com ajuda da educadora, irão completar a palavra índio com as letras que estão faltando.(N/D) (I/O)
• Confecção de ornamentos indígenas (braceletes/ enfeites para o corpo) com cartolina, tinta guache.
• Pintura do cocar em folha.Com ajuda de palitos iremos contar, quantas penas tem o mesmo, com ajuda do alfabeto móvel às crianças escreverão a palavra cocar.
• Ligar os conjuntos de indiozinhos, peixes, flechas respeitando as suas quantidades.
• Pintar o quadrado que tem mais elementos.
• Confecção do cocar.Com cartolina e color set.
• Confecção de colar com macarrão(colorido).
• Pesquisa de figuras relacionadas ao índio (As crianças trarão as figuras de casa e falaremos sobre as mesmas).Estas serão coladas em sala.
• Confecção de chocalho com potes de danone
• Confecção de arco e flecha.
• Pesquisa de figuras relacionadas ao índio (As crianças trarão as figuras de casa e falaremos sobre as mesmas).Estas serão coladas em sala.
• Serão coloridos peixinhos (um alimento indígena) e depois serão colocados em um cesto. As crianças irão colorir de acordo com a orientação da educadora. Irão depois contar quantos peixinhos elas pintaram. Irão circular o maior peixe de azul e menor de vermelho.
• As crianças serão enfeitadas e brincaremos da dança da chuva/ índio vivo/morto/dança das cadeiras/ estátua com músicas relacionadas ao índio.

Culminância: Brincadeiras em sala, caracterização das crianças•.
Avaliação: Será feita durante todo o processo.
Reações:

0 comentários: