Educar é viajar no mundo do outro sem nunca penetrar nele. É usar o que pensamos para nos transformar no que somos. O maior educador não é o que controla, mas o que liberta. Não é o que aponta os erros, mas o que os previne. Não é o que corrige comportamentos, mas o que ensina a refletir. Não é o que observa apenas o que é tangível aos olhos, mas o que vê o invisível. Não é o que desiste facilmente, mas o que estimula sempre a começar de novo.

Um bom educador abraça quando todos rejeitam; anima quando todos condenam; aplaude os que nunca subiram ao pódio; vibra com a coragem de disputar dos que ficaram nos últimos lugares. Não procura o seu próprio brilho, mas faz-se pequeno para tornar os seus filhos, alunos e colegas de trabalho grandes.

A.Cury

14 março 2012

"DIA DOS ANIMAIS"

Projeto: “Os animais”

Tema: “Dia dos animais”

Duração: 03 /10 à 07/10/2005

Público alvo: maternal e pré-I

Educadora: Andréa Flavia de Brito



Justificativa:

Devido às atitudes dos homens civilizados, que não satisfeitos em utilizar os animais para alimentar-se, suas peles para esquentar-se e seus ossos para fabricar utensílios, inventaram armas e armadilhas causando assim destruição e até mesmo a extinção dos mesmos, aos alunos da educação infantil faz-se necessário trabalhar com o tema para que os mesmos possam conhecê-los e preservá-los, tornando-se cidadãos responsáveis e conscientes de seu papel fundamental na preservação da natureza.

Objetivo geral:

  • Conscientizar as crianças sobre a problemática ambiental, preservar e respeitar os animais, cuidar do ambiente em que vivem, através de atividades multidisciplinares.

Objetivos Específicos:

·        Manusear e folhear materiais diversificados;

·       Trabalhar conteúdos específicos de forma multidisciplinar;

·       Desenvolver o gosto pela leitura, valorizando – a como fonte de informação;

·       Começar a compreender os funcionamentos comunicativos da escrita, que se escreve para ser lida, reconhecendo a sua necessidade em diferentes situações;

·       Participar de situações de intercambio oral, falando em turnos e escutando a fala de outras pessoas.

·       Promover o “Letramento” como princípio norteador dentro do trabalho.

·       Reconhecer progressivamente segmentos e elementos do seu próprio corpo;

·       Produzir textos escritos, ainda que não de forma convencional, utilizando a escrita com as concepções que possui no momento;

·       Familiarizar-se com as letras através da utilização de alfabeto – móvel;

·       Exercitar a escrita;

·       Estabelecer aproximações e algumas noções de matemática, presentes no cotidiano.

·       Refletir sobre atitudes e preservação dos animais

·       Trabalhar tipos de animais: aquáticos, terrestres, selvagens, aves, animais intraterreno.



                  Recursos:



·       Alfabeto móvel – grande e pequeno

·       Crachás

·       Jogos específicos para cada faixa etária como:

·       Quebra-cabeças

·       Dominós, etc...

·       Alfabeto exposto na parede

·       Números expostos na parede

·       Rotina exposta em sala de aula
Introdução: A educadora irá contar a história “Um bichinho só para mim” e a partir daí irá questionar as crianças sobre os animais.
Culminância: As crianças farão máscaras dos grupos de animais estudados para irem para casa durante toda a semana
Avaliação: Será feita durante todo o processo








Reações:

0 comentários: